Tem quem decida empreender porque perdeu o emprego e resolveu que é hora de virar o próprio chefe. Outros sempre sonharam em ter seu próprio negócio. E há ainda aqueles que não tinham esse sonho, mas viram uma oportunidade que não querem deixar passar. Não importa o seu caso. Neste post vamos dar importantes dicas para empreendedores sobre como eles podem crescer com tranquilidade.

dicas para empreendedores mulher cafe computador

Segundo o Sebrae, 11 milhões de empresas foram criadas nos últimos anos por quem precisava de renda por não ter um emprego. Para se ter uma ideia, apenas nos primeiros meses de 2018, 1,033 milhão de pessoas se registram como MEI (Microempreendedor Individual) no país.

Mas sendo ou não MEI, quem decide abrir o próprio negócio tem que tomar alguns cuidados para não ver o sonho desmoronar. Vamos às dicas para empreendedores?

 

Dicas para empreendedores: Previdência privada

Quando você era um funcionário, é possível que nem pensasse em aposentadoria, já que a empresa que lhe contratava é que era responsável por recolher seu INSS. Entretanto, ao se tornar um empreendedor, o planejamento do seu futuro financeiro fica por sua própria conta.

A previdência privada pode ser uma alternativa para se planejar financeiramente. Trata-se de uma opção de renda complementar que independe da aposentadoria paga pelo governo. Nela, é você quem escolhe quanto quer contribuir mensalmente. Além disso, o tempo de contribuição é determinado no contrato, de acordo com o plano escolhido.

Porém, você pode resgatar os valores pagos antes desse período chegar ao fim, sendo essa uma das vantagens da previdência privada. Dessa forma, a previdência também pode ser utilizada para reservar dinheiro para investir no próprio negócio, como na compra de equipamentos e materiais. Ou para que o empreendedor possa se bancar até conseguir ter uma renda.

Existe também a possibilidade de solicitar portabilidade para outro plano, desde que seja da mesma modalidade já contratada. Vale lembrar que em caso de invalidez ou morte, os valores investidos no plano de previdência são disponibilizados para a família do empreendedor sem a necessidade de serem incluídos em inventário. Os valores também ficam isentos de imposto de renda em casos de herança.

 

Proteção em caso de acidentes

Outra das dicas para empreendedores envolve a preparação para a possibilidade de acidentes acontecerem. Afinal, ninguém está livre deles, não é mesmo? Os riscos existem tanto em atividades que demandam mais esforço físico quanto naquelas que o profissional executa em um ambiente aparentemente seguro, como o escritório.

Acidentes que resultam em invalidez podem ser um grande problema para os empreendedores, principalmente aqueles que atuam sozinhos, quando toda a receita do negócio depende totalmente deles.

O Seguro de Acidentes Pessoais é uma excelente opção para o empreendedor se proteger em caso de eventos que o afastem de sua rotina de trabalho. Esse seguro indeniza o segurado ou seus beneficiários em caso de acidentes que resultem em invalidez ou morte.

Um das coberturas com mais importância para os empreendedores que podem ser oferecidas neste seguro é a Diária por Incapacidade Temporária (DIT). Ela garante que o profissional receba pagamentos durante todo o período em que estiver incapacitado, desde que haja uma solicitação médica, até o valor limite estabelecido em contrato.

 

Segurança contra diversos riscos

Da mesma forma que os riscos de acidentes existem em qualquer lugar e área de atuação, a possibilidade de um profissional cometer erros ou omissões que causem danos a terceiros que lhe contratam também é real. E isso independe da má fé do empreendedor.

Portanto, imagine se um dia um cliente entra na justiça por se sentir lesado de alguma forma pelo trabalho prestado a ele por você. De acordo com o artigo número 20 do Código de Defesa do Consumidor, ele pode escolher como deseja ser ressarcido. E pode inclusive demandar que o serviço seja refeito ou que o valor já pago seja devolvido, por exemplo.

Além desses custos, um processo judicial também pode acarretar outros prejuízos financeiros para o empreendedor. Honorários de advogado e custas judiciais, que envolvem diversas taxas, entre outras despesas, podem sair bastante caros para o empreendedor.

Profissionais liberais como médicos, dentistas, advogados, contadores, arquitetos e engenheiros podem contar com o Seguro de Responsabilidade Civil Profissional. Ele protege seu patrimônio em situações como essas.

Pagando um valor anual à seguradora, o profissional pode ter os diversos tipos de gastos de um processo, desde indenizações até os custos com o advogado, ressarcidos até valor pré-determinado em contrato.

 

Proteção para o local de trabalho

A última de nossas dicas para empreendedores é para aqueles que possuem micro e pequenas empresas que funcionam em local físico. Nesse caso, podem acontecer roubos e danos de bens e mercadorias, falta de água e energia, incêndios, enchentes e outras situações que podem prejudicar o negócio.

Em caso de sinistros de grandes proporções, não contar com um planejamento para se proteger nessas situações pode levar o negócio à falência. Por isso, o empreendedor deve considerar um bom seguro como um investimento, que protege o futuro do negócio em diferentes situações.

Essas foram algumas das dicas para empreendedores que nós da Conset preparamos especialmente para você. Tenha empreendido por conta da crise ou porque sempre teve essa vontade, não deixe de considerar as opções que apresentamos aqui. Assim, você protege suas finanças e a saúde do seu negócio.

Ainda tem dúvidas? Entre em contato com os especialistas da Conset. Estamos à disposição para lhe atender e responder suas perguntas!

 

Leia também:

 


Ficou Interessado? Entre em contato!

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.