Segundo a Agência Nacional de Saúde (ANS), o número de planos odontológicos individuais cresceu 1,42 milhão, o que demonstra a preocupação das pessoas com saúde bucal. Entre os planos empresariais desse tipo, o aumento foi de mais de dois milhões de contratos. O aumento é fruto da conscientização dos gestores de que o seguro odontológico desempenha importante papel na política de benefícios como forma para atrair e reter talentos.

Se você deseja saber mais sobre o assunto, então continue lendo este post. A seguir, apresentamos as vantagens, as coberturas e as carências do seguro odontológico, além de mostrar algumas dicas para a contratação. Siga conosco e descubra!  

Quais são as vantagens do seguro odontológico?

O seguro odontológico envolve um conjunto de serviços ligados ao atendimento ambulatorial e emergencial em saúde bucal. Para as empresas, contratar esse tipo de seguro pode trazer inúmeras vantagens. A primeira delas, como já falamos no início deste conteúdo, é a retenção de funcionários. Mas os benefícios não param por aí.

A produtividade da empresa também tende a aumentar, principalmente por causa de dois motivos. Em primeiro lugar está o fato de que o profissional se sente mais valorizado pela empresa e deseja retribuir esse apoio em suas atividades de trabalho. Isso acontece principalmente porque o impacto do custo com os tratamentos odontológicos no orçamento do funcionário que não possui um plano odontológico é muito grande.

De acordo com a tabela de referência dos Sindicato dos Odontologistas do Estado de São Paulo, por exemplo, o valor de uma consulta de rotina pode ser de R$ 110,45. Na emergência, o atendimento pode custar R$ 204,45. Já o valor cobrado por uma restauração pode chegar a R$ 760,16.

O segundo motivo pelo qual a produtividade na empresa pode aumentar é que a atividade profissional pode ser afetada pela existência de problemas bucais, a exemplo da dor de dente. Em casos mais complexos e que não são tratados adequadamente, a ausência do colaborador pode durar bastante tempo.

Outra vantagem da contratação do seguro odontológico para as empresas é que os custos com esse tipo de plano costumam ser muito baixos. O seguro odontológico é bem mais em conta que os convênios médicos, por exemplo. Muitas vezes, as organizações assumem esse custo integralmente, por serem tão acessíveis. Um estudo da associação de consumidores Proteste encontrou planos odontológicos com mensalidades variando entre R$ 23,00 e R$ 120,00.

 

Como contratar um bom seguro odontológico?

Na hora de contratar um seguro odontológico, existem algumas questões que devem ser consideradas para garantir a escolha com melhor custo-benefício. A primeira delas é a confirmação de que a empresa encontra-se registrada na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Da mesma forma, é importante verificar que todos os requisitos da ANS são atendidos por ela.

Também é preciso escolher uma seguradora que tenha garantia de credibilidade no mercado e ofereça um atendimento de acordo com as expectativas e necessidades da sua empresa. É fundamental, ainda, verificar a rede credenciada do seguro, os prazos de carência e as especialidades e procedimentos cobertos.

 

O que esse seguro cobre?

O seguro odontológico deve cobrir um rol de procedimentos mínimos determinado pela ANS. As áreas cobertas vão desde o diagnóstico até a prevenção, passando por situações de urgência, emergência e cirurgia.

Alguns exemplos de procedimentos cobertos são limpeza, restauração e tratamento de cáries, remoção de tártaro, cirurgia e tratamento da gengiva, tratamento de canal, remoção de freio labial e lingual, extração de dentes e radiografias. Existe também a possibilidade de contratar coberturas adicionais, a exemplo de realização de exames laboratoriais e tratamentos estéticos.

 

E a carência?

Assim como acontece nos planos de saúde, o plano odontológico pode ter período de carência para a realização dos atendimentos. Os procedimentos de urgência podem ter um período menor, como 24 horas.

Já consultas, exames e outros procedimentos podem levar mais tempo, chegando a até 180 dias. Pacientes que já possuíam alguma doença antes de contratar o plano podem encontrar prazos de carência de até 24 meses.

 

Como a corretora pode ajudar na contratação do seguro odontológico?

Até aqui, você descobriu as vantagens que a contratação de um seguro odontológico pode oferecer para sua empresa. Viu também que existem muitos critérios que precisam ser analisados na hora da contratação. Por isso, contar com a ajuda de uma corretora de seguros é fundamental.

A Conset está há 20 anos no mercado prestando assessoria completa na implantação e na gestão dos benefícios corporativos. Sempre considerando o perfil da empresa e dos colaboradores para alcançar o melhor custo-benefício para seus clientes.

A corretora de seguros apoia o departamento de Recursos Humanos na contratação e nas movimentações de inclusão e exclusão de cadastros e auxilia na implantação de políticas de contribuição e na definição de estratégias de revisão dos contratos vigentes. A Conset realiza, ainda, o acompanhamento dos processos de reembolso, desde o surgimento da ocorrência até a indenização final.

Quer saber mais? Então entre em contato conosco através do formulário abaixo e tire todas as suas dúvidas sobre o seguro odontológico!


Ficou Interessado? Entre em contato!

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.